sábado, 28 de abril de 2012

Crianças do Anhaia recebem Editora Estronho de BH e organizadores da Biblioteca do Sítio Vanessa

Biblioteca comunitária e editora, quem disse que essa parceria não funciona? A Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa recebeu a visita do casal de proprietários da Editora Estronho e Esquésito de Belo Horizonte para realizar um bate-papo literário com os alunos das duas escolas que atendem as crianças da Estrada do Anhaia: Escola Rural Municipal de Anhaia e Escola Rural Municipal de Rodeio.

Toda a organização do evento em Morretes ficou por conta do Edemilson Pereira que é o dono do Sítio Vanessa, e nosso parceiro de projeto e também pelas professoras Rosângela Comunello, Sirlei Apolinário, Rosiele Comunello e Lorena Cogrossi, que além de tornarem esse evento possível, nos receberam como se a gente fizesse parte de suas famílias. Em Curitiba, juntamente com a Freguesia do Livro reunimos livros e montamos kits de leitura para serem levados para as 54 crianças que participaram do Bate-Papo Literário.

Foi a primeira vez que uma editora e autores de livros infantis (Celly Borges e Marcelo Amado) estiveram presentes na Estrada do Anhaia para um evento numa das escolas da comunidade voltado para as crianças da região.

Acompanhe as fotos para ver como foi o Bate-Papo Literário da Biblioteca Comunitária do Sítio Vanessa em parceria da Editora Estronho de Belo Horizonte.

Chegada na Escola Rural Municipal de Anhaia


Livros arrecadados de vários doadores por nós, pela Freguesia do Livro e pela Juliette Fernandes que nos doou os livros holandeses. Os livros ficarão nas escolas disponíveis para empréstimo para as crianças, professoras e as mães e pais que quiserem ler. Segundo a professora Sirlei e conforme pudemos acompanhar durante o evento, as crianças gostam bastante de ler, mas necessitavam de uma maior variedade de livros. Nós levamos um total de 160 livros (80 para cada escola), para que elas possam ler, trocar entre elas, e passar para os irmãos, primos, colegas, etc.

Escola enfeitada pelas professoras para esse dia tão especial para os alunos

As crianças cantaram uma música para nos receber e fizeram muita festa com seus pomponzinhos

Todas as séries foram reunidas, do pré até a 5ª série com faixa etária entre 5 e 12 anos.
Um dia diferente na vida dessa galerinha
Celly Borges, Marcelo Amado e Edemilson Pereira

Celly Borges, Marcelo Amado, Dani Carneiro e Edemilson Pereira na sala conversando com as crianças

As crianças contaram fatos divertidos de suas vidas
Lembrancinhas que as professoras e o Edemilson fizeram para todos os participantes

As crianças ficaram felizes da vida com a nossa presença

 Alunos participando

O aluno Wendyl leu o livro da Celly inteirinho...
No blog da Editora Estronho é possível ler o relato bem detalhado da experiência deles nesse dia tão especial

 Todos bem comportados pegando os livros

Aí começa o ataque aos livros!!! Vamos lá pessoal!!!

Fila do Livro, essa hora foi meio confusa, precisamos pensar outra forma de dispor os livros ao olhar das crianças numa próxima oportunidade. As mesas do Sítio Vanessa fizeram falta.

As meninas do prézinho e da 1ª série estão para começar a alfabetização, então elas me pediram para contar umas histórias para elas. Esses livros são do projeto "Leia para Uma Criança" do Banco Itaú e podem ser solicitados através do CPF pelo correio no site do projeto. 

Eu consegui levar um livro do escritor Ilan Brenman para os alunos. Fazia muito tempo que eu estava procurando por um livro desse autor para levar para Morretes, e esse exemplar veio através da Freguesia do Livro. O Ilan Brenman escreve livros hilários infantis e é um incrível contador de histórias. Nessa foto o aluno Victor lê o título "Pai, todos os animais soltam pum?"

Todo mundo sentado pertinho para ler, que delícia!

Na falta de mais contadores de histórias e mão de obra pra ler os livros para as crianças, esses alunos resolveram contar histórias entre eles mesmos =)

Professora Lorena e Nicole

Professora Rosângela contando a história do Bóris para o Igor

Professora Sirlei e os alunos

Professora Rosiele ajudando a organizar a criançada
Encontro das crianças com o Estronhomóvel

As crianças bem curiosas

Durante o evento também teve um lanchinho especial para as crianças, nós distribuímos os kits de leitura, o pessoal da Estronho distribuiu também alguns doces e fizeram o sorteio de 2 livros da editora. Nós também levamos cerca de 20 exemplares do Jornal Literário Cândido da Biblioteca Pública do Paraná.

O nosso Bate-Papo Literário nos mostrou que é possível uma editora juntar forças com uma biblioteca comunitária e também às escolas de uma comunidade, para juntos proporcionar uma aproximação interessante do mundo dos livros à realidade das crianças. 

Nós temos tomado conhecimento aos poucos da realidade de determinados lugares como as comunidades rurais de Morretes, estivemos em Guaratuba, e aqui mesmo em Curitiba, em nosso próprio bairro, e logo a gente constata que as iniciativas individuais, voluntárias ou de grupos de pessoas dispostas a mudar determinadas situações sem perspectivas, sem políticas direcionadas e sem orientações para crianças e adolescentes, fazem toda a diferença. Atividades contra-turno e atividades educacionais que mesclem entretenimento e conhecimento são o que mais fazem falta nesses lugares que temos conhecido, para estimular de uma maneira mais interessante as crianças e os adolescentes, e quebrar a rotina nas escolas.

Obrigada à todos os envolvidos no Bate-Papo Literário no Anhaia, que tornaram esse dia tão legal, às professoras, ao Edemilson, às merendeiras da escola, aos pais que permitiram que seus filhos participassem, a Celly e ao Marcelo da Editora Estronho. Obrigada pessoal =)

Leia mais sobre o nosso evento nos seguintes links: Estronho Social, Livros holandeses chegam às mãos dos leitores na Estrada do Anhaia, Editora Estronho de BH visita Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa em Morretes.

Fotos nos seguintes links: Tumblr da Biblioteca do Sítio Vanessa, Facebook da Estronho.

3 comentários:

  1. Nós que agradecemos, Dani. Não sabe o bem que isso nos fez.

    ResponderExcluir
  2. Maravilho ver os sorrisos das crianças por causa dos livros!*-*

    ResponderExcluir